sexta-feira, 8 de junho de 2012

Sexta-feira

Acordei, e sonhei acordada com ele. Estava ao meu lado e me deu um beijo e sorrindo me disse bom dia. Agradeci a Deus. Me senti dividida, outro dia esta passando e minha metade por ai. Talvez o veja. Talvez não. Corri pra praça, ele sempre esta lá, sempre com as mesmas pessoas, nos mesmos lugares. E eu. De longe, fingindo estar feliz bem onde estou, quando na verdade queria mesmo era estar lá, não importasse com quem mas lá, naqueles lugares, nas fotografias . Ao lado dele. Então o dia esta acabando e talvez o veja, e ele vai estar lá. Como sempre. O mesmo sorriso. Os mesmos brilhos. Como da primeira vez que o vi. Intacto. E longe de tudo que vivi, que vivemos. Juntos. E separados. O mesmo ritual de sempre. O mesmo desejo. Preciso vê-lo.